Ler, ler, ler

Um dos nossos objetivos, que serve de base para muitos projetos desenvolvidos ao longo do ano, é promover o interesse e gosto pela leitura nos nossos alunos.

O hábito da leitura é uma ferramenta importante no desenvolvimento emocional, social e cognitivo das crianças. De entre os vários benefícios da leitura, gostávamos de chamar a atenção para os seguintes:

  • LER desenvolve a capacidade de concentração: Ler exige que estejamos concentrados numa única ação e fonte de informação, não é possível estarmos concentrados num livro, enquanto assistimos a um programa de televisão ou trocamos mensagens com amigos. Adquirir e treinar esta capacidade de concentração na infância tem impacto durante toda a vida;
  • LER contribui para o desenvolvimento da linguagem e ampliação do vocabulário: Ao trabalhar o vocabulário, a leitura torna-se importante para o desenvolvimento da linguagem e para o aperfeiçoamento da ortografia, desenvolvendo assim a linguagem escrita e a oralidade das crianças;
  • LER estimula a imaginação e criatividade: Ao entrarem noutros mundos, as crianças vão trabalhar a imaginação, a criatividade e a curiosidade; e
  • LER aumenta a empatia: ler ficção melhora as conexões e funções cerebrais, uma vez que, quando lemos uma história, colocamo-nos no lugar das personagens, que possuem experiências, identidade e pensamentos diferentes dos nossos.

Os livros podem ainda ser uma ajuda importante para os pais na altura de abordar temas importantes, como a igualdade e diversidade (e.g. “Tu E Eu E Todos”, de Marcos Farina), o falecimento de um avô (“A Ilha do Avô”, de Benji Davies) ou temas do dia-a-dia. Por exemplo, um livro pode ajudar na hora de deixar de usar fralda (e.g. “Posso Espreitar a tua Fralda?” de Guido Van Genechten) ou em antecipação a uma visita ao Jardim Zoológico (e.g. “Atlas dos Animais Ilustrados“).

Na nossa página de Instagram encontra sugestões de livros que abordam diferentes temáticas destinados a alunos entre os 3 e os 10 anos.

O contato com livros e as suas estórias deve começar logo na primeira infância, visando a promoção de uma relação saudável e duradoura com os livros. Um bebé pode ainda não ter interesse na estória que estamos a ler, mas vai fixar a sua atenção nas imagens e no movimento de virar a página e vai ouvir palavras novas – inclusivamente algumas que não fazem parte do vocabulário do dia-a-dia dos pais ou educadores.

Conselhos para estimular o gosto pela leitura:

  • Incluir a leitura nas rotinas diárias, seja na hora do banho, depois de jantar ou mesmo antes de adormecer;
  • Deixar a criança escolher o livro que quer ler;
  • Falar com as crianças sobre os livros que leram no próprio dia ou no dia a seguir a caminho da escola;
  • Visitar livrarias, bibliotecas e feiras do livro e deixar a criança manusear os livros expostos, dentro do possível;
  • Permitir à criança participar na escolha dos livros que vão reforçar a biblioteca de casa; e
  • Oferecer livros a outras crianças e adultos.

Por fim, não esquecer que o exemplo é o melhor professor, uma boa forma de reforçar o hábito da leitura é dar a oportunidade às crianças de verem os pais ou familiares a ler.

No Externato Pimpampum, os projetos de promoção da leitura são implementados junto dos alunos do Jardim de Infância e do 1.ºCEB.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top